exames

especialidades médicas

Conheça as especialidades em medicina diagnóstica que o IACS oferece.


Patologia Clínica

Exames Especializados

Alem dos testes rotineiros, o IACS realiza exames especializados como:

Neurológicos: Punção e análise de Líquor. (trazer, se possuir, exames recentes de imagem do crânio e /ou coluna vertebral)
Hematológicos: Mielograma/ Punção e análise de Medula Óssea, Citoquímica, Imunofenotipagem, Citogenética
Testes de Hormonais pós Estímulos (testes de desafio)
Testes de Paternidade (DNA)
Toxicológicos
Teste do pezinho
Testes para Drogas de Abuso (toxicologia)
Genéticos: sexagem fetal, cariótipos
Medicina Molecular: pesquisa de mutações específicas, hereditárias ou adquiridas (câncer)
Exames Laboratoriais em vários materiais biológicos: Sangue, Urina, Fezes, Esperma-sêmen, Líquor, Medula óssea, Saliva, Fios de cabelo, DNA, Exudatos e Transudatos.


O IACS mantém convênio com o Laboratórios Quest e com o Laboratório da Clínica Mayo, dos EE.UU, para o envio daqueles exames singulares ainda não realizados em nosso país.

Cardiologia

Desde 2012 o IACS conta com uma equipe de profissionais com formação especializada para oferecer um serviço de excelência em Exames Diagnósticos em Cardiologia. 

Com local próprio, especialmente construído para a finalidade, e equipamentos com tecnologia de última geração, o IACS oferece atendimento de alta qualidade, com médicos, especialistas, atendimento paramédico e atendentes de portaria especialmente treinadas.

Os exames são feitos no mesmo prédio de exames laboratoriais, priorizando, desta forma, a comodidade e o conforto do paciente que precisa fazer múltiplos exames.

Os laudos são entregues aos pacientes assim que o exame termina e nossos especialistas estão disponíveis para acessorar quaisquer dúvidas dos médicos.  

Unidades que oferecem a especialidade:
Azevedo, em Santos e Presidente Wilson, em São Vicente.

De segunda a sábado para atendimentos de adultos, crianças e gestantes.

Com excessão de Eletrocardiograma, todos os exames devem ser agendados.

Para agendamento, ligue em nossa central.

13 3281-3000

13 99610-9324

Exames oferecidos: 

Ecocardiografia em PB (preto e branco) e Colordoppler de adulto e crianças
Ecocardiografia em PB e Colordoppler com "stress físico"
Ecocardiografia em PB e Colordoppler com análise da função miocárdica com "Strain"
Ecocardiografia em PB e Colordoppler com análise para colocação de MP em pacientes com ICC
Ecocardiografia Fetal em PB e Colordoppler

Ultrassom Duplex de carótidas e vertebrais
Ultrassom em PB e Colordoppler de vasos periféricos arteriais e venosos
Ultrassom em PB e Colordoppler de artérias aorta e renais

Teste ergométrico em esteira

MAPA (Monitorização da pressão arterial de 24h)

Holter (Monitorização da frequência e ritmo cardíaco de 24h)

Eletrocardiograma, realizados no mesmo dia.

 

Diagnóstico por Imagem

Exames oferecidos

Densitometria Óssea (Digital)
Ultrassonografia
Mamografia digital

 

Médico responsável

Dr. Leandro de Andrade Amoedo CRMSP 120.431
Título de especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem pelo Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e Associação Médica Brasileira (AMB)
Pós-graduação em Imagenologia Mamária na Irmandade Santa Casa de São Paulo (IASCSP)
Fellowship em Medicina Interna (Abdome, Pelve, Tórax) e PET-CT no Hospital do Coração (HCOR)
Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem no Hospital Servidor Público Estadual de São Paulo (IAMSPE)
Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos (FCMS).  


Densitometria Óssea

O que é Densitometria óssea?
A densitometria é o exame de referência para o diagnóstico da osteoporose. É realizada em aparelho de última geração que utiliza a técnica de DEXA - Absorciometria por raios X com Dupla Energia.
osteoporose, por sua vez, é um distúrbio do metabolismo dos ossos caracterizado pela diminuição da densidade mineral óssea, que leva a um aumento da fragilidade esquelética e maior risco de fraturas. Este distúrbio pode ser decorrente do processo natural de envelhecimento ou resultante de alguma doença.  A osteoporose é a doença óssea metabólica mais frequente, sendo a fratura a principal manifestação clínica decorrente.  É uma das mais importantes doenças associadas com o envelhecimento e a fratura de fêmur, a consequência mais dramática da osteoporose.
Perto de 15% a 20% dos pacientes com fratura de quadril morrem devido à fratura ou suas complicações em um período de 3 meses.  Até 1/3 dos pacientes com fraturas morrerão em 6 meses. O restante, em sua maioria, ficam com graus variáveis de incapacidade.
Em aproximadamente 20% dos casos de osteoporose, uma doença causadora pode ser identificada, entretanto, em 80% dos casos, a osteoporose está relacionada a pós-menopausa ou a osteoporose senil.


Quais são as indicações para esse exame?
As medidas da densitometria óssea devem ser realizadas nas seguintes situações:
- Todas as mulheres de 65 anos ou mais
- Mulheres em deficiência estrogênica com menos de 45 anos
- Mulheres na peri e pós-menopausa
- Mulheres com amenorreia prolongada (mais de 1 ano)
- Todos os indivíduos que tenham sofrido fratura por trauma mínimo ou atraumática
- Indivíduos com evidência radiográfica de osteopenia ou fratura vertebral
- Todos os homens com 70 anos ou mais
- Indivíduos que apresentem perda de estatura ou hipercifose torácica
- Indivíduos em uso de corticóides por 3 meses ou mais
- Mulheres com índice de massa corporal baixo (menor que 19 kg/m2)
- Portadores de doenças ou em uso de medicações associadas à perda de massa óssea
- Para monitoramento de mudanças de massa óssea decorrente da evolução da doença e dos diferentes tratamentos disponíveis.


Há algum risco em se submeter a esse exame?
Não, a radiação empregada pelo aparelho é muito pequena. O exame pode ser feito e repetido sem risco.


É necessário algum preparo para o exame? 
Sim.

Este exame deve ser agendado pelo telefone: (13) 3281-3000.

 

Ultrassonografia

O que é ultrassom?
A ultrassonografia é um método de diagnóstico que se baseia na reflexão do som, sendo esta reflexão também chamada de eco. Por isso alguns denominam este método de ecografia. O ouvido humano tem a capacidade de perceber sons cujas freqüências vão de 20 Hz a 20.000 Hz. Abaixo de 20 Hz temos os infra-sons e acima de 20.000 Hz temos os ultra-sons. Em resumo, no diagnóstico por ultrassom temos uma fonte produtora de sons na frequência mencionada e um mecanismo de detecção e processamento das ondas sonoras refletidas. Este método oferece o que nenhuma outra tecnologia de diagnóstico por imagem é capaz de oferecer: capta as imagens e reproduz os tecidos sem danificá-los, sem causar danos biológico ou comprometer as delicadas estruturas do nosso corpo, sem agressividade e, normalmente, sem produzir nenhuma dor; com isto podemos avaliar se o paciente apresenta alguma patologia ou não, o que é conseguido com extrema precisão em alguns casos. 

Quais os diferenciais da ultrassonografia realizada no IACS?
1. O IACS entrega o laudo da grande maioria dos exames logo após a realização do mesmo
2. Equipamentos de última geração para o melhor diagnóstico das doenças
3. Médicos treinados e qualificados
4. Laudos completos, elaborados de forma clara e didática para a melhor compreensão do médico solicitante
5. Possibilidade de realização de exames de imagem e laboratoriais no mesmo local
6. Exames realizados com Gel aquecido;
7. Gravação em DVD
8. Realização exames 3D e 4D, com fotos e gravação em DVD; *
9. Contato do médico solicitante com nossos médicos para maiores esclarecimentos, sempre que julgar necessário
11. Agendamento fácil pela central telefônica
12. Ótima localização
13. Facilidade de estacionamento
14. Entrega do laudo em qualquer das unidades do IACS. O laudo pode ser ainda entregue na residência ou em outro local definido pelo paciente.** 
* Esta documentação depende da idade gestacional, das condições do feto durante o exame (posição, líquido amniótico, etc) 
** Esta entrega estará sujeita a taxa pré estabelecida pelo laboratório.

 

Este exame deve ser agendado pelo telefone: (13) 3281-3000.

 

Mamografia

O que é mamografia ?
A mamografia é um método de diagnóstico por imagem que utiliza o raio x para a visualização do tecido mamário, e sendo de alta resolução, a dose de radiação usada é baixa, não trazendo nenhum prejuízo à saúde.
Atualmente é o método de escolha para detectar anomalias nas mamas.

Quando fazer uma mamografia ?
Para que você cuide da saúde de suas mamas, é fundamental consultar seu médico regularmente, fazer o auto-exame das mamas mensalmente e realizar mamografia pelo uma vez por ano a partir dos 40 anos, recomendação esta que pode variar de acordo com achados de exame e fatores de risco da paciente.

A mamografia pode revelar alterações benignas e malignas antes mesmo que você ou seu médico possam percebê-las. Desta forma, possibilita o diagnóstico precoce de doenças malignas e consequentemente maior possibilidade de êxito no tratamento.

Qual a duração do exame?
O exame completo geralmente leva apenas 15 minutos. Normalmente, o técnico tirará duas ou mais radiografias de cada mama depois que a mesma tenha sido ligeiramente comprimida até ficar com uma espessura mais uniforme. Essa compressão proporciona uma mamografia clara e detalhada, reduzindo a quantidade de exposição aos raios-X. 

O que eu vou sentir ?
O procedimento produz uma sensação de pressão ou constrição por apenas alguns segundos. Se sentir desconforto, informe ao técnico. Para minimizar essa possibilidade, tente marcar sua mamografia logo após sua menstruação, quando a possibilidade das mamas estarem sensíveis é menor.

Como é feita a mamografia?
Uma técnica treinada em mamografia realiza o exame através de um equipamento especialmente projetado para isso, o mamógrafo, e um médico especializado em radiologia interpreta o exame.


Preparo do Exame
Não use desodorante, talco, perfume ou cremes nas mamas ou axilas no dia do exame, essas substâncias podem deixar resíduos que interferem no resultado. Trazer os exames anteriores (mamografia, ultrassonografia, RM, biópsias). É necessário informar à técnica seu histórico de cirurgias,inclusive plástica, ou biópsias e se está amamentando ou se há suspeita de gravidez.

Sinais de Doenças da Mama

  1. Nódulo na mama.
  2. Aumento recente do tamanho de uma das mamas
  3. Mudança da posição de uma mama em relação à outra
  4. Espessamento ou enrugamento da pele da mama
  5. Retração do mamilo
  6. Saída de secreção ou sangue pelo orifício mamilar
  7. Alteração da cor ou prurido na pele areolopapilar
  8. Aparecimento de nódulos nas axilas

Diante de qualquer destes sintomas ou sinais, procure logo seu médico. Nem todos os nódulos que aparecem nas mamas são tumores malignos, somente um médico e os exames podem esclarecer.

Neurologia

Médico responsável
Dr. André Almeida Pires.

O que é o eletrencefalograma ?
O Eletrencefalograma é o registro da atividade elétrica cerebral, captada por eletrodos colocados no couro cabeludo. Deve ser realizado com o paciente em repouso, durante 20 a 30 minutos, em ambiente de silêncio e penumbra, e não causa nenhum tipo desconforto.

Qual é a finalidade deste exame ?
O eletrencefalograma detecta alterações que causam desmaios ou ataques e também pode mostrar anormalidades decorrentes de problemas circulatórios, tumorais, inflamatórios ou mal formações do cérebro.

Qual o preparo para a realização do exame ?
O paciente deve comparecer ao laboratório com os cabelos secos, lavados previamente com sabão neutro (sabão de coco) para eliminar toda a oleosidade do couro cabeludo. Não devem ser utilizados xampu, cremes, condicionadores ou outros cosméticos para o cabelo. É importante estar bem alimentado e, se estiver tomando alguma medicação receitada pelo médico, esta deve ser mantida.
As crianças que não permanecem em repouso para colaborar com o exame devem realizá- lo durante sono espontâneo ou sob sedação, e por isto a família é orientada para trazer a criança tendo dormido pouco na véspera do exame.

Agende pelo telefone: (13) 3222-4044.

Anatomia Patológica e Citopatologia

Anatomia Patológica
Patologia é o estudo das doenças. A maioria das doenças provoca modificações morfológicas nos órgãos e tecidos do corpo, conhecidos como lesões. As lesões podem ser específicas de determinadas doenças ou comuns a diversas delas.As especialidades médicas que estudam essas modificações, usando métodos basicamente morfológicos, chamam-se Anatomia Patológica e Citopatologia. Quando há necessidade de se estudar uma determinada doença, fazer o seu diagnóstico, verificar a sua evolução, ou estabelecer um estadiamento como nos casos dos tumores, os métodos utilizados são: o exame da biópsia e/ou peça cirúrgica e o exame citopatológico.

Exames de Biópsias
A biopsia é a retirada de fragmentos de tecido (lesões) do indivíduo para análise. A "peça cirúrgica" é composta por órgãos inteiros ou conjunto deles, através das cirurgias convencionais.  Ao retirarmos os tecidos / órgãos do nosso organismo, as células imediatamente sofrem modificações degenerativas que, se não prevenidas, podem impedir parcial ou totalmente um diagnóstico.  Para isso, o material deve ser fixado em solução de formalina (formol) a 10%, ou em outras substâncias fixadoras, imediatamente após a sua retirada.
A informação clínica pertinente à patologia em questão é de fundamental importância para um bom diagnóstico ajudando, na maioria das vezes, o patologista a equacionar e resolver os quesitos de uma doença.

Biópsia + Informação Clínica = Bom diagnóstico

Citopatologia
Outro método utilizado para a análise morfológica é o exame citopatológico, onde são estudadas as alterações de células isoladas e/ou em pequenos grupos. As amostras podem ser obtidas por raspagem, descamação natural ou por aspiração.
A obtenção por raspagem com espátula, escova, ou acessório similar, é bastante conhecida nos casos de prevenção do câncer ginecológico, onde o material a ser analisado é colhido do colo uterino.  As alterações celulares são avaliadas para o diagnóstico precoce de câncer, ou de lesões que podem levar a desenvolvê-lo.

Papanicolaou, Citologia Líquida
Uma coloração utilizada para análise é a idealizada por George Papanicolaou, e o exame é conhecido popularmente como "exame de Papanicolaou".
A exemplo das biópsias, o material (esfregaços) deve ser fixado (preservado) rapidamente em soluções alcoólicas para evitar o deterioramento das células e, junto com a informação clínica, enviado aos laboratórios para a análise por profissional médico.

Líquidos cavitários: líquido pleural, coleções
O exame citopatológico dos líquidos (cavidades, lavados, urina) e secreções, destinam-se quase que exclusivamente a pesquisa de células neoplásicas (cancerosas).

Punção Aspirativa com Agulha Fina
Recentemente passou-se a utilizar amostras celulares obtidas por aspiração, método este conhecido por Biópsia Aspirativa ou Punção Aspirativa; onde são utilizadas agulhas finas e aspirados com seringas para obter células das diversas lesões. É um método rápido, de baixo custo operacional e, se realizado com técnicas adequadas e por profissional devidamente treinado, é de grande confiabilidade. É útil no estudo das lesões de tireóide, mamas, linfonodos, glândulas salivares, bem como órgãos internos.

Como qualquer método diagnóstico, todos os procedimentos acima tem suas limitações e sensibilidades diagnósticas, que devem ser discutidas com os pacientes e com os profissionais assistentes do caso.

Ginecologia

Exames Oferecidos

Colposcopia
Vulvoscopia
Colpocitologia oncótica
Biopsia de colo, vagina e vulva e anátomo-patológic.
Pesquisa para HPV (Captura Hibrida, PCR, Genotipagem, Expressão E6 e E7)
Bacterioscopia e cultura de secreção vaginal
Pesquisa de Chlamydia trachomatis, gonococco, gardnerella, cândida, micoplasma, Sífilis e Herpes.

 

Médicas Responsáveis

Dra. Lílian Wendy da Cunha Glória,
Médica titulada em Colposcopia pela Sociedade Brasileira de Patologia Cervical Uterina e Colposcopia.

Dra. Maria Fernanda de Sousa Asevedo
Médica especialista em Ginecologia e Obstetrícia e titulada em Colposcopia pela Sociedade Brasileira de Patologia Cervical Uterina e Colposcopia.

 

O que é colposcopia ?
Colposcopia é um dos exames que a medicina dispõe para diagnosticar algumas doenças e para fazer a prevenção do câncer ginecológico. Ele é realizado por uma médica especialista através de um aparelho, o colposcópio, que permite a visualização do colo do útero e das paredes vaginais com grande aumento. Durante a colposcopia a médica inspeciona minuciosamente o revestimento daquelas regiões em busca de anormalidades como infecção, processo inflamatório, cicatriz devida a procedimento anterior e, principalmente, alterações que possam sugerir a presença do câncer.

O que é biopsia?
Algumas vezes, dependendo do aspecto das alterações presentes na colposcopia, poderá ser necessário a complementação da observação com o estudo do tecido local alterado, e para isso é realizada a biópsia. A biópsia consiste na retirada de um pequeno fragmento de tecido que será encaminhado a estudo anátomo-patológico. O resultado desse exame fornecerá um diagnóstico preciso para que o ginecologista possa fazer o tratamento adequado. A biópsia é um procedimento indolor porque as regiões manipuladas não possuem inervação e, portanto, não têm sensibilidade.

Qual o preparo para a realização destes exames ?
Para que não haja alteração da secreção vaginal e do aspecto do colo, recomendamos que, a partir de 3 dias antes do exame, a paciente não esteja menstruada, não use cremes vaginais, não tenha relações sexuais e não faça lavagem interna da vagina, tipo ducha vaginal (o banho normal não interfere no exame). 

Há algum risco de eu ser contaminada com alguma doença ao fazer estes exames ?
Não. Para evitar qualquer tipo de risco de contaminação utilizamos espéculos descartáveis e material esterilizado.

Estes exames devem ser agendados pelo telefone (13) 3281.3000.

Vacinas

Em breve o IACS inciará um programa completo de imunizações.

Desejamos proporcionar, além de uma Medicina Diagnóstica abrangente, uma oportunidade na prevenção de doenças.